4 Passos para Sair da Inércia

por maio 18, 2020Blog2 Comentários

Passos práticos para tempos de crise

 

O vislumbrar de um mundo novo que está se moldando em tempo real diante dos nossos olhos desperta diversos sentimentos: medo, ansiedade, estresse emocional. Também traz consigo a exigência de adaptação e flexibilidade para lidar com a nova realidade. O resultado? Podemos simplesmente não saber o que fazer e ficar paralisados ou outros ficam agitados, movimentando-se aleatoriamente sem foco – o que, apesar de gastar muita energia, também não leva a lugar nenhum.

É verdade que alguns terão mais e outros menos facilidade de ajustar o seu modelo mental (o famoso mindset) aos novos tempos. Quem estiver no primeiro grupo, ou seja, quem estiver aberto a adaptar sua forma de pensar e viver no mundo, terá mais chances de se reinventar, superar os desafios e até encontrar novos objetivos para perseguir e se sentir realizado.

É por isso que estamos aqui: para te ajudar a ajustar as lentes enquanto passa pela crise, e enxergá-la como uma oportunidade de crescimento.

Não é fácil, mas, sim, é possível adquirir uma mentalidade contínua de aprendizado e se antecipar a mudanças, se readaptar e ir se tornando cada vez mais resiliente, capaz de enfrentar e vencer os desafios que surgirem.

 

4 PASSOS PARA ENTRAR OU SE MANTER EM MOVIMENTO INTENCIONAL

 

Talvez não seja o momento de elaborar um plano de ação completo, daqueles que definimos o que faremos em 3 semanas, 4 meses ou 2 anos. Tudo está mudando ainda e pode ser prudente dirigir a atenção para o curto e “quase” médio prazo. Então, antes de pensar em um plano de ação completo, queremos encorajar você a adotar 3 passos imediatos e importantes que farão toda a diferença:

 

Passo 1: Reconheça e acolha-se

A primeira coisa a fazer durante uma situação de crise é reconhecer o que você está sentindo e em qual intensidade está sentindo. Você está com medo, com raiva, inseguro, ansioso, confortável, curioso, animado, amedrontado…? Olhe para si mesmo e nomeie o que está acontecendo com e em você.

 

Passo 2: Coloque tudo nas mãos de Deus – e deixe nas mãos dEle

Tanto a inércia quanto o movimento sem foco são ótimas distrações daquilo que realmente importa. Uma vez que você tenha reconhecido o que está acontecendo com você e à sua volta, você abre espaço para refletir e buscar uma direção com maior equilíbrio e segurança. E que fonte mais confiável e infalível de direção do que Aquele que criou todas as coisas, incluindo você?

Você sabia que Deus está muito interessado em como você vai passar pelos momentos difíceis? Ele está tão interessado que você não tome más decisões que deixou o Espírito Santo para te orientar, consolar, aconselhar, encorajar. Tudo o que você precisa fazer é “acioná-lo”, convidá-lo para fazer parte do seu momento. E então, deixar que Ele realize o Seu trabalho em você e por meio de você em todos os aspectos. Só entregar-se.

A perspectiva de priorizar a ação do Espírito Santo em sua vida vai te ajudar tanto a manter-se saudável, como estabelecer objetivos alinhados com os planos Dele para este seu momento. Mas você precisa entregar – e não pegar de volta.

 

Passo 3: Lembre-se quem você é e quem você não é

Separe algum tempo (literalmente! Comece com 20 minutos no dia, por exemplo) para refletir sobre sua Identidade. Você pode fazer isso de várias formas, mas separamos algumas perguntas para servir com um roteiro inicial:

  • Quais são suas características naturais?
  • Quais são os seus pontos fortes, aquilo que você tem facilidade ou agilidade em fazer?
  • Com o que você tem dificuldade de lidar?
  • Seu temperamento leva você à que tendências de comportamento?
  • Quais o seu jeito de se relacionar com as pessoas? Por quê?
  • Em que as pessoas te elogiam? Em que reclamam sobre você?
  • Quem é você?
  • Quem não é você?
  • Quem Deus diz que você é?

De preferência, adote um diário físico ou digital – um aplicativo de bloco de notas, por exemplo – e faça anotações das respostas. Uma pergunta por dia pode ser suficiente. E quando acabar de responder todas, volte ao começo e faça tudo novamente. O processo de construção e reconstrução de identidade é contínuo.

Uma incrível ferramenta para você mergulhar neste autoconhecimento a partir de uma perspectiva bíblica é o nosso plano bíblico “Encontrando sua Verdeira Identidade”, no aplicativo da Bíblia YouVersion. Se você ainda não conhece, vale muito a pena! É só clicar aqui.

 

Passo 4: Defina objetivos antes de entrar em ação

Duas posturas são comuns diante de situações estressante: ficar paralisado ou movimentar-se aleatoriamente tentando encontrar uma saída. Mas nem uma atitude nem outra te ajudam a realmente superar a crise.

Para entrar em ação de forma estratégica e intencional – e não desperdiçar tempo, dinheiro, energia física e emocional etc. –, é importante definir primeiro aonde se quer chegar.

Ter um objetivo claro pode fazer a diferença “no agora”, no único momento que você realmente tem controle e poder de ação. Então, aqui vão algumas dicas para formular seus objetivos:

 

  • Comece com objetivos diários, ao invés de objetivos de longo prazo.

O mundo está mudando e muito ainda vai se desenhar nos próximos dias. Então, comece determinando o que deseja para cada dia. Por exemplo, toda noite antes de dormir pense no objetivo do seu dia seguinte. Depois você pode ir expandindo para objetivos da semana, do mês e assim por diante.

 

  • Formule objetivos positivos.

Não defina o resultado que você não quer – defina o resultado que quer. Não chegar aonde você não quer não quer dizer que chegou aonde quer. Veja o exemplo: Ao invés de “Eu não quero fazer ‘x’!” , prefira “Quero realizar ‘y’!”

 

  • Deixe margem para erros e falhas.

Sim, você vai errar e está tudo bem com isso. Não admitir que vai errar ou não reconhecer o erro não quer dizer que as falhas não ocorrerão. Elas fazem parte do aprendizado de experimentar, então apenas reconheça, aprenda e siga em frente.

Ainda achando difícil formular objetivos? Então confira este checklist que preparamos para você colocar a mão na massa. Quando for definir um objetivo, responda:

 

  • O que você quer realizar que é essencial? Vai ser relevante para sua vida ou sua carreira?
  • Como você vai saber que já conseguiu alcançar seu objetivo? O que eu vou ver? O que vai ouvir? O que vai sentir?
  • Você tem condições de realizar sozinho o que está propondo? Se não, com quem precisa contar? O que precisa fazer para que esta pessoa contribua com seu objetivo?
  • Quando você quer alcançar este objetivo?
  • Qual a cena que vem à sua mente quando pensa no objetivo realizado?
  • Como você vai comemorar essa conquista? Com quem vai comemorar?

 

Quando tiver entrado em movimento intencional, aí sim passe a pensar em objetivos maiores ou mais complexos. A próxima etapa dos objetivos implicará em desvendar o senso de propósito, mergulhar no autoconhecimento e aprender a traçar planos alinhados com sua identidade. No entanto, vale a máxima da sobrevivência: primeiro o mais importante e o mais importante hoje pode ser superar-se o suficiente para chegar bem amanhã.

Nosso desejo é que você atravesse a crise sendo o protagonista de suas escolhas, um dia de cada vez. Lembre-se que são os pequenos passos que levam ao TODO.

Esperamos que estes passos contribuam para você entrar em movimento no seu dia-a-dia. Se você estiver paralisado ou em movimentos aleatórios, dê um passo atrás e decida seguir implementar ações simples, pensadas e intencionais.

E se você colocou em ação nossas dicas, nos conte aqui nos comentários. Será um prazer contribuir com seus desafios e comemorar suas conquistas!

Posts Relacionados

Uma imersão no Autoconhecimento

Uma imersão no Autoconhecimento

Responde rápido: de 0 a 10 (zero é nada e dez é totalmente) o quanto você considera que se conhece? Respondeu? Então estamos prontos para ir em frente rumo à imersão do seu autoconhecimento. Você sabia que o autoconhecimento é uma das competências da inteligência...

Qual o seu Temperamento?

Qual o seu Temperamento?

Por que que será que falar sobre temperamentos sempre desperta o interesse das pessoas? Nosso palpite é que, como seres humanos, amamos entender mais sobre nós mesmos, como funcionamos, porque fazemos o que fazemos. De modo geral nutrimos o desejo de saber mais sobre...

O dossiê da Identidade e Autoconhecimento

O dossiê da Identidade e Autoconhecimento

Autoconhecimento é uma das principais características das pessoas que têm um bom gerenciamento emocional e são capazes de lidar com os desafios da vida de forma saudável. Mas o que geralmente não te contam é que ele é só parte do que você realmente precisa praticar e...

2 Comentários

  1. Avatar

    Quero ser mais parecido com Jesus

    Responder
    • Avatar

      Olá, Luiz

      Ah que bacana! É o que o Jesus espera de nós. Inclusive nós criamos um plano bíblico para fortalecer ainda mais sua identidade.
      Nesse plano bíblico, você vai caminhar com a gente ao longo de 12 dias ou por mais tempo caso queira fazer com mais calma.

      Você pode acessar o plano, por esse link:
      https://www.bible.com/pt/reading-plans/19718

      Ah, muito importante para esse processo, lembre-se sempre de fazer suas devocionais;)

      Conte com a gente em sua caminhada.
      Deus te abençoe.

      Responder

Deixe uma resposta para Luiz Fernando Castro Guinodi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This